Consent Preferences

Portugal adere a fundo de fundos do Fundo Europeu de Investimento

Fevereiro 10, 2022

Portugal assinou a declaração conjunta para a iniciativa pan-europeia Scale-Up, que pretende aumentar a escala de startups de tecnologia. Será criado um novo fundo de fundos para financiar um estágio avançado de startups tecnológicas, recorrendo a um novo incentivo financeiro para criar de 10 a 20 grandes fundos de capital de risco.

A UE deve fortalecer o seu ecossistema de startups, cruciais para a transformação digital e sustentável da economia, de forma a acompanhar a corrida tecnológica mundial.

Embora o financiamento das startups europeias ainda esteja atrás dos EUA e Ásia, o cenário é pior no que toca aos aumentos de escala, ou scale-ups. A falta destes aumentos de escala desacelera o crescimento das startups e ecossistema tecnológico na UE.

Por forma a ultrapassar essa questão, a iniciativa pretende alargar o acesso ao financiamento para scale-ups com o desbloqueio de recursos de capital para fundos que tenham sede na Europa.

Foi assinado um manifesto pelas empresas de tecnologia, associações e investidores para atingir o objetivo de ter 10 empresas de tecnologia avaliadas em 100 mil milhões de euros (ou mais) até 2030.

Para tal são necessários mais fundos europeus que sejam especializados no financiamento de start-ups já instaladas no mercado e com algum nível de viabilidade (ou “late-stage rounds”).

O elemento fulcral da iniciativa Scale-Up será um fundo de fundos gerido e administrado sob mandato do FEI – Fundo Europeu de Investimento, que integra o grupo BEI, designado Iniciativa Europeia dos Campeões Tecnológicos.

 Esta iniciativa pan-europeia tem o objetivo a longo prazo de se tornar numa iniciativa público-privada de 10 mil milhões de euros e que permita a criação de 10 a 20 fundos pan-europeus.

Os bancos e instituições de fomento nacionais (como Banco de Fomento) terão também a possibilidade de co-investir nos fundos envolvidos na European Tech Champion Initiative.

De acordo com o papel pan-europeu que a mesma possui, a ETCI irá permanecer aberto a qualquer outro Estado-Membro voluntário da UE e à Comissão Europeia nas mesmas condições.

No total, 18 países europeus assinaram um compromisso não vinculativo de contribuição para o fundo de fundos do FEI. Esses países são Áustria, Bulgária, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Holanda, Portugal, Roménia, Eslovénia, Espanha e Suécia.

No entanto é previsto que mais países da União Europeia venham a entrar nesta lista brevemente.

siga a reward consulting em google newssiga a reward consulting em google news

Alguma questão? Fale connosco

A nossa equipa de consultores de sistemas de incentivos pode avaliar o potencial da sua empresa e/ou projeto.
Contacte-nos e receba um pré-diagnóstico gratuito.

Notícias Relacionadas