Consent Preferences

Contabilidade, Consultoria de Gestão, Candidaturas SIFIDE, PRR, PT2030, IFR - Paço de Arcos, Oeiras, Lisboa

Investimento europeu em I&D cresceu 6% em 2021

Dezembro 6, 2022

Em 2021 o investimento europeu em I&D, ou investigação e desenvolvimento, cresceu 6% e atingiu os 328 mil milhões de euros, comparativamente a 2020 que registou 310 mil milhões de euros.

 

Dados do Eurostat indicam que Portugal figura no meio da tabela quanto a despesa e intensidade de I&D e ocupa a 12ª posição relativamente aos países com mais investimento realizado.

 

Em 2021 foram aplicados 3,6 mil milhões de euros à investigação e desenvolvimento em Portugal, o que significa um aumento em 0,4 mil milhões de euros (3,2 mil milhões em 2020).

 

A Suécia é o país que lidera este ranking, seguida pela Áustria e a Bélgica. Já os países que menos investiram em I&D na União Europeia são a Letónia, Malta e Roménia.

 

Dados do Eurostat indicam também que ocorreu um decréscimo de 2,31% para 2,27% no peso da I&D quanto ao PIB per Capita. Esta descida está ligada ao crescimento do indicador durante 2021 e 2022, após uma queda em 2020 devido aos efeitos do cenário pandémico COVID-19.

 

Quando comparado com 2019, o volume de investimento europeu em I&D relativamente ao PIB per capita, avançou 0,04%.

 

Entre 2011 e 2012, o crescimento do investimento europeu em I&D foi de 43,9%, um valor que reflete o aumento de preços e o crescimento do investimento.

 

Os dados revelam que dois terços dos Estados-membros da UE intensificaram a I&D no mesmo período. Os países com a maior intensidade foram a Bélgica, Grécia e Polónia.

 

Quanto aos setores, as empresas concentram a maior fatia de investimento de I&D com 66%, seguidas pelas universidades (21,58%) e o sector público com 11,89% do investimento em I&D da UE em 2021.

siga a reward consulting em google newssiga a reward consulting em google news

Notícias Relacionadas