Consent Preferences

O que são Small Mid Caps, como funcionam e quais as suas obrigações

Tópicos do Artigo

O conceito de empresas Small Mid Cap é amplamente utilizado no universo financeiro em investimentos e capitalização de empresas. No entanto, as Empresas Small Mid Cap são um tipo específico de empresas com várias oportunidades de investimento e com um funcionamento distinto.

O que são Small Mid Caps?

As Small Mid Cap são empresas com intervalo de capitalização de mercado entre os 2 mil milhões de euros (as “Small Cap”) e 10 mil milhões de euros (as “Mid Cap”), portanto as Small Mid Cap oferecem uma mistura de crescimento e de estabilidade.

As Small Caps são conhecidas pelo seu potencial de crescimento elevado com um maior risco de investimento. Por seu lado, as Mid Caps são mais estáveis e oferecem retornos moderados, opções atraentes para investidores que queiram diversificar o seu portfólio de investimentos.

A capitalização de mercado traduz-se no valor total das ações da empresa em que se encontram em circulação, esse valor calcula-se ao multiplicar o preço atual da ação pelo número total de ações da empresa (preço de cada ação X nº total de ações) e é um indicador do tamanho e da estabilidade da empresa no mercado.

Quanto a investimento, as Small Mid Caps oferecem várias vantagens, entre as quais:

  • Taxas de crescimento mais elevadas
  • Margens de lucros mais altas
  • Maior capacidade de fixação de preços
  • A sua estabilidade

Este tipo de empresas é frequentemente alvo de aquisições ou fusões devido ao seu tamanho (grandes o suficiente para um impacto significativo, mas pequenas o suficiente para serem adquiridas por várias empresas, incluindo Large Caps).

Como funcionam as Small Mid Caps?

As Small Mid Caps são empresas que operam num espaço único de capitalização de mercado. Estas empresas têm uma capitalização de mercado intermédia, focam-se principalmente em nichos de mercado específicos e devido à sua dimensão têm uma maior flexibilidade na adaptação a mudanças de mercado.

Ao contrário das Large Caps, as Small Mid Caps têm tendência a especializar-se em áreas mais restritas, de forma a maximizar a sua eficiência e tornar-se um líder em certos segmentos de atividade ou nichos.

A sua flexibilidade na adaptação a mudanças de mercado também acarreta vantagens, pois tal permite que possam implementar novas tecnologias mais rapidamente e responder de forma mais eficaz aos desafios do mercado onde se inserem.

As estratégias de crescimento deste tipo de empresas são normalmente agressivas, de forma a ganhar quota de mercado e aumentar a sua rentabilidade. As estratégias podem incluir aquisições, expansão para novos mercados ou investimentos em I&D (investigação e desenvolvimento).

Estratégias de investimento em Small Mid Caps

Existem várias estratégias de investimento neste segmento de mercado, que oferece uma combinação de potencial de crescimento e estabilidade. As estratégias podem ser:

  • Análise fundamentalista
  • Análise técnica
  • Diversificação

Análise fundamentalista

A análise fundamentalista é composta pelos seguintes passos:

  1. Estudo das demonstrações financeiras da empresa (inclui o balanço patrimonial, a demonstração de resultados e o fluxo de caixa);
  2. Avaliação de métricas e indicadores (rácio preço/lucro, retorno sobre o capital investimento e o endividamento da empresa);
  3. Analise SWOT (strengths, weaknesses, opportunities and threats);
  4. Realização de projeções sobre o desempenho futuro da empresa (estimativas de receita, lucro e crescimento.

Análise técnica

A análise técnica é composta pelos seguintes passos:

  1. Estudo de gráficos de preços da empresa;
  2. Identificação de padrões e tendências (como “cabeça e ombros”, “triângulos” e “canais” que indiquem a futura tendência de preços);
  3. Uso de indicadores técnicos para confirmar as observações (como Medidas Moveis, Índice de Força Relativa e Bandas de Bollinger);
  4. Definição de pontos de entrada e saída para maximizar lucros e minimizar perdas.

Diversificação

A diversificação segue os seguintes passos:

  1. Avaliação da composição do portefólio de empresas atual;
  2. Seleção de empresas que complementem o portefólio atual (baseada em setores, geografia e outros critérios);
  3. Alocação de ativos do portefólio (uma alocação prudente pode variar entre 10% a 30% conforme o perfil de risco);
  4. Monitorização de desempenho das empresas.

Obrigações fiscais para Small Mid Caps

As obrigações fiscais para Small Mid Caps podem servir como incentivos para o crescimento e a capitalização destas empresas. O IAPMEI (Agência para a Competitividade e Inovação) oferece benefícios fiscais para empresas que se enquadram nesta categoria.

Estas empresas podem beneficiar de deduções sobre o lucro tributável, a dedução é calculada com base em vários critérios estabelecidos (o que inclui o volume de negócios, número de colaboradores e investimento em I&D).

São também estabelecidos montantes máximos de capital que podem beneficiar destes incentivos fiscais, definidos para assegurar que os benefícios são distribuídos de forma justa. Os montantes variam de acordo com fatores como o setor de atividade da empresa, região onde opera e o histórico de cumprimento fiscal.

O planeamento fiscal estratégico das Small Mid Caps envolve a análise de todas as obrigações fiscais e incentivos disponívels para maximizar os benefícios e reduzir custos.

Para além de assegurar o cumprimento das obrigações fiscais, muitas Small Mid Caps utilizam os sistemas de incentivo e benefícios fiscais como uma ferramenta que impulsiona o seu crescimento e permite melhorar a sua eficiência.

siga a reward consulting em google newssiga a reward consulting em google news

Notícias Relacionadas