Consent Preferences

Contabilidade, Consultoria de Gestão, Candidaturas SIFIDE, PRR, PT2030, IFR - Paço de Arcos, Oeiras, Lisboa

Portugal 2020: Os maiores beneficiários dos fundos

Novembro 29, 2021

O Instituto do Emprego e Formação Profissional, ou IEFP, é o maior beneficiário dos fundos do Portugal 2020, com 1,7 mil milhões de euros atribuídos para 384 projetos. No entanto o IEFP não é o beneficiário que mais projetos apresentou, pelo que a Universidade do Porto lidera o Ranking com 664 projetos diferentes.

Conforme informações do portal “Mais Transparência” – https://transparencia.gov.pt/ -, entre os projetos promovidos pelo IEFP com apoios provenientes dos fundos do Portugal 2020 estão:

  • Estágios da Iniciativa Emprego Jovem – 71,9 M€
  • Iniciativa Emprego Jovem – 47,9 M€
  • Estágios para jovens – 47,5 M€
  • Apoios à contratação para adultos – 45,9 M€

Entre os maiores beneficiários, ou neste caso, entidades com maiores financiamentos estão:

  • Direção-Geral do Ensino Superior – 660 M€
  • IP-Infraestruturas de Portugal – 599 M€
  • Instituição Financeira de Desenvolvimento – 355 M€
  • Fundação para a Ciência e Tecnologia – 332 M€
  • Fundo Regional do Emprego – 210 M€
  • Secretaria Regional de Equipamentos e Infraestruturas – 189 M€
  • Secretaria-Geral da Educação e Ciência – 189 M€
  • Universidade do Minho – 171 M€
  • Metro do Porto – 137 M€
  • Universidade de Aveiro – 137 M€
  • Universidade do Porto – 131 M€
  • Universidade de Coimbra – 114 M€
  • Porto dos Açores – 107 M€
  • Agência para o Desenvolvimento e Coesão – 104 M€
  • Metropolitano de Lisboa – 103 M€

Abaixo da fasquia dos 100 milhões de euros (maiores beneficiários) estão outras entidades, tais como:

  • Agência Portuguesa do Ambiente – 94,1 M€
  • Estrutura de missão do IFRRU 2020 – 86,9 M€
  • Instituto da Madeira – 78 M€
  • AGDA – Águas Públicas do Alentejo – 70,5 M€
  • Secretaria Regional das Obras Públicas e Comunicações – 69,2 M€
  • Bosch Car Multimédia Portugal – 66,3 M€
  • MUSAMI – Operações Municipais do Ambiente – 66 M€
  • Turismo de Portugal – 55,7 M€
  • Município do Porto – 52,2 M€
  • IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação – 51,2 M€
  • Navigator Tissue de Aveiro – 42,3 M€
  • IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera – 36 M€
  • AEP – Associação Empresarial de Portugal – 32,9 M€

Quanto aos financiamentos mais baixos atribuídos pelo programa Portugal 2020, incluem-se:

  • Armando Aresta Caro – 0,9€
  • Maria Alzira Pinto Ribeiro Leitão – 2,8€
  • Paulo César Cândido Maiato – 12,4€
  • Maria Margarida Pacheco da Silva Lima – 24,6€
  • Maria Eduarda de Carvalho Teixeira da Luz – 24,7€
  • Bruno Roberto Sousa Silveira – 31€
  • CPA – Cooperativa de Pesca Açoriana – 33,9€
  • Mitrivale – 34,7€
  • Pedro Sacadura Teixeira Cabral Duarte da Silveira – 40,3€
  • José Laurindo Sousa Brasil – 41,6€
  • José Machado Gonçalves – 45,8€

Relativamente ao ranking do número de projetos, embora não se encontre entre os primeiros lugares dos maiores beneficiários, a Universidade do Porto apresentou 664 projetos, entre eles a Safe Cities (4,2 M€), Cidadesust (3,5 M€) e Health4all (2,8 M€).

Seguidamente figuram várias entidades, tais como:

  • Universidade de Aveiro – 620 projetos
  • Universidade de Coimbra – 482 projetos
  • IEFP – 384 projetos
  • Universidade Nova de Lisboa – 217 projetos
  • Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores – 215 projetos
  • Universidade de Évora – 214 projetos
  • Instituto Politécnico de Leiria – 210 projetos
  • Instituto Superior Técnico – 182 projetos
  • Universidade de Trás os Montes de Alto Douro – 175 projetos
  • Universidade do Algarve – 163 projetos
  • Universidade da Beira Interior – 141 projetos
  • Universidade Católica Portuguesa – 135 projetos

No fim da lista de número de projetos apresentados, com apenas 1 projeto apresentado encontram-se a Central da Borracha, A Electrica, Caves da Montanha, A industrial Farense, A. Nogueira da Costa, A. Venturas Rego, Abranfinas, Abrigada e as adegas cooperativas de Almeirim, Amarante, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Lourinhã e Moncorvo, entre outros.

O Norte regista 10.600 milhões de euros de investimentos aprovados, pelo que se segue a região Centro com 7.500 milhões de euros, o Alentejo com 3.200 milhões de euros, a Área Metropolitana de Lisboa com 1.800 milhões de euros, Açores com 1.800 milhões de euros, Madeira com 929 milhões de euros e Algarve com 616 milhões de euros.

Mais sobre Portugal 2020

Tribunal de Contas: Portugal 2020 com baixa execução e no limiar de metas
Portugal 2020: Aviso 14/SI/2021
Portugal 2020: Avisos 12/SI/2021 e 13/SI/2021 – Inovação Produtiva
Portugal 2020: Aviso 11/SI/2021 – Regime Contratual de Investimento
Portugal 2020: Aviso 18/SI/2019 – SI Inovação Produtiva
Concursos do Portugal 2030 para empresas só em 2022
siga a reward consulting em google newssiga a reward consulting em google news

Alguma questão? Fale connosco

A nossa equipa de consultores de sistemas de incentivos pode avaliar o potencial da sua empresa e/ou projeto.
Contacte-nos e receba um pré-diagnóstico gratuito.

Notícias Relacionadas