Consent Preferences

Contabilidade, Consultoria de Gestão, Candidaturas SIFIDE, PRR, PT2030, IFR - Paço de Arcos, Oeiras, Lisboa

Portugal entre os países da UE que menos investiu em I&D em 2022

Outubro 17, 2023

Portugal foi dos países da União Europeia que menos investiu em Investigação e Desenvolvimento (I&D) no ano de 2022. Os Governos europeus alocaram 117,36 mil milhões de euros para I&D, o que equivale a 0,74% do PIB.

A dotação alocada pelo governo de Portugal para a rubrica de I&D é a oitava dotação mais baixa entre os países da UE, com cerca de 77,40 euros por pessoa. No entanto Portugal encontra-se à frente países como Malta, Eslováquia e Polónia.

Os Estados-membros da União Europeia que mais investiram em I&D em 2022 foram Luxemburgo (661,60 euros por pessoa); Dinamarca (529,10 euros por pessoa) e Alemanha (517,60 euros por pessoa).

No sentido oposto do gráfico, com menor investimento em I&D na UE, encontram-se a Roménia (27,30 euros por pessoa); Bulgária (27,30 euros por pessoa e a Letónia (49,6 euros por pessoa).

investimento portugal ID 2022 Eurostat

Na globalidade os governos da União Europeia destinaram em média 262,70 euros por pessoa a I&D, um aumento de 47,2% relativamente ao ano anterior (total de 111,39 mil milhões de euros em 2021).

Quando comparado a 2012, 2022 registou um aumento de 49,2% (em 2012 registou-se um total de 78,65 mil milhões de euros de orçamento alocado a I&D).

O Eurostat indica que entre 2012 e 2022 todos os governos dos Estados-membros da União Europeia aumentaram as dotações destinadas a investigação e desenvolvimento (por pessoa).

A Letónia (208%) e Grécia (129%) foram os países que registaram maior aumento de investimento.

A União Europeia considera que Portugal tem convergido com os países mais avançados da Europa mas o seu investimento ainda é substancialmente menor. A participação de Portugal no Horizonte 2020 e Horizonte Europa é realçada, pois demonstra uma maior participação em programas de I&D e respetiva captação de fundos dos programas geridos pela Comissão Europeia.

Portugal pretende alcançar 2 mil milhões de euros em apoios à inovação e ciência praticadas no país, pelo que recorrerá a fundos estruturais e do PRR destinados a investigação e inovação. A UE é neste momento o grande parceiro da ciência e inovação em Portugal.

Portugal assumiu o objetivo de duplicar, em 2021-2027, a presença portuguesa nos Programas Europeus face a 2014-2020, e atrair aproximadamente dois mil milhões de euros de financiamento da UE em Investigação e Inovação nesse período.

siga a reward consulting em google newssiga a reward consulting em google news

Notícias Relacionadas