Consent Preferences

Contabilidade, Consultoria de Gestão, Candidaturas SIFIDE, PRR, PT2030, IFR - Paço de Arcos, Oeiras, Lisboa

Portugal sobe no ranking de literacia financeira da União Europeia 2023

Julho 24, 2023

Portugal registou uma subida no ranking de literacia financeira da União Europeia (UE), de acordo com os mais recentes dados do Eurobarometer.

Os resultados do Eurobarometer mostram que 18% dos cidadãos da UE exibem um alto nível de literacia financeira, 64% exibe um nível médio e os restantes 18% exibem um nível baixo.

image

No quadro F1, conhecimento financeiro geral, Portugal aparece em penúltimo lugar, à frente da Roménia, no entanto abandonou a última posição que ocupava anteriormente. As questões

No entanto, existem diferenças significativas entre os Estados-Membros. Em apenas quatro Estados-Membros, mais de um quarto dos cidadãos obtêm uma pontuação alta em literacia financeira (Países Baixos, Suécia, Dinamarca e Eslovénia).

No que diz respeito ao conhecimento financeiro, apenas cerca de um quarto dos inquiridos respondeu corretamente a pelo menos quatro de cinco perguntas sobre conhecimento financeiro. Cerca de metade dos inquiridos respondeu corretamente a apenas duas ou três perguntas, com outro quarto a encontrar as perguntas particularmente desafiadoras.

A maioria dos inquiridos (65%) compreende o impacto da inflação e suas potenciais consequências no poder de compra. Apenas 45% dos inquiridos entendem como funciona o juro composto, apesar da importância deste conceito para a gestão das finanças pessoais e a realização de objetivos de poupança a longo prazo.

No que se refere ao comportamento financeiro, cerca de nove em cada dez inquiridos em toda a UE concordam que, antes de comprarem algo, consideram se podem pagar por isso. Uma proporção semelhante de inquiridos concorda que acompanham e monitorizam as suas despesas.

image 1

No quadro Q11, Portugal figura novamente em penúltimo lugar, à frente da Grécia. Cerca de três quartos dos inquiridos em toda a UE relatam sentir-se confortáveis com o uso de serviços financeiros digitais, como banca online ou pagamentos móveis. Este número é superior a 60% em todos os Estados-Membros, sendo o mais alto na Finlândia (95%).

image 2

No quadro Q12, referente à confiança sobre a qualidade dos conselhos de investimento facultados por entidades financeiras, Portugal surge em 5º lugar, apenas superado pela Finlândia, República Checa, Dinamarca e Áustria.

No que diz respeito à resiliência e inclusão financeira (quadro Q9), em toda a UE, 46% dos inquiridos respondem que têm (ou tiveram nos últimos dois anos) um seguro não-vida, como seguro de habitação ou seguro automóvel; 31% relatam ter (ou ter tido nos últimos dois anos) um seguro de vida.

image 4

Referente ao quadro Q8, quando questionados sobre quanto tempo seriam capazes de continuar a cobrir as suas despesas de vida, sem pedir dinheiro emprestado ou mudar de casa, no caso de perderem a sua principal fonte de rendimento, um terço dos inquiridos (33%) responde que seria seis meses ou mais. Portugal apresenta os seguintes resultados:
• 29% de respostas em “6 meses ou mais”,
• 19% de respostas “pelo menos 3 meses, mas não 6”,
• 16% de respostas “pelo menos 1 mês, mas não 3 meses”,
• 6% de respostas pelo menos 1 semana, mas não 1 mês”,
• 21% de respostas “não tenho poupança de emergência”
• 8% optou por não responder

A maioria dos inquiridos em toda a UE sente-se ‘não muito confiante’ (32%) ou ‘nada confiante’ (22%) de que terão dinheiro suficiente para viver confortavelmente durante os seus anos de reforma.

Dados mais detalhados sobre o nosso país podem ser consultados neste documento da União Europeia. A generalidade dos dados pode ser encontrada aqui (em inglês).

siga a reward consulting em google newssiga a reward consulting em google news

Alguma questão? Fale connosco

A nossa equipa de contabilistas e RH pode esclarecer as suas dúvidas e/ou questões, contacte os nossos serviços no formulário abaixo.

Notícias Relacionadas